Abril 21, 2024

 

Projectos dos sectores da Educação, Avicultura e Agricultura Familiar, a serem executados nas comunidades do município do Cazenga, província de Luanda, vão beneficiar de apoios de Israel, garantiu, quarta-feira, o embaixador deste país acreditado em Angola.

Shimon Solomon, que fez  uma visita de constatação ao município, disse que a Embaixada de Israel vai reforçar a colaboração directa com a Administração Municipal do Cazenga nas referidas áreas, mas deixa aberta outras possibilidades para encontrar outros pontos de cooperação.

Enquanto se espera por novas oportunidades, o embaixador realçou, durante a visita, na companhia do administrador do Cazenga, Tomás Bica, que a deslocação é um ponto inicial para as duas autoridades traçarem estratégias de cooperação.

“Desde já, a Embaixada de Israel se dispõe a prestar apoio às áreas da Agricultura Familiar e Avicultura”, reiterou Shimon Solomon, que visitou vários pontos do município, entre os quais a Escola de Referência Futura Josefina (Tala Hady), onde as crianças aprendem inglês e informática desde a iniciação.

O embaixador israelita, que visitou, igualmente, o Complexo Escolar Nº 3124 “Ambrósio Lukoki”, avançou que tem boa impressão do município, pelo facto de ter projectos de inglês e tecnologia. “Deu para ver que o Cazenga tem um grande potencial”.

O administrador municipal do Cazenga, Tomás Bica, agradeceu a visita do embaixador, salientando a relevância que Israel representa para o mundo, em função dos avanços que o país alcançou na área da Tecnologia.

“Israel é um país que não tem os recursos naturais que Angola tem, mas conta com o homem que acarreta o conhecimento e a inteligência”, salientou Tomás Bica.

O administrador realçou que Cazenga tem um conjunto de projectos ligados à Agricultura Familiar e à Avicultura, que podem contar com o apoio de Israel, por dispor de uma grande experiência nessas áreas.

Com a colaboração da Embaixada Israelita, a Administração Municipal do Cazenga tem fé que as mais de 100 famílias, que dependem do cultivo de sustentabilidade, vão estar melhores para alcançar a eficácia na produção e sustentabilidade.

O administrador recordou que o projecto de Avicultura do Cazenga produz 500 ovos por dia e, num período semanal, pode chegar a 20 mil, situação que tem contribuído para o combate à pobreza e gerar desenvolvimento.

Tomás Bica acrescentou que o município tem implementado, no domínio da Educação, escolas de referência em que, desde o ensino primário, as crianças beneficiam de aulas de Língua Inglesa e Informática.

Justificou que a inserção do inglês nas escolas tem a ver com o facto de Angola fazer parte da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) e a maioria desses Estados se expressarem nessa língua.

Mas, anunciou que, para os próximos tempos, está prevista a inclusão do ensino da língua regional Kimbundu e de aulas de música.

Tomás Bica disse ter pedido apoio à Embaixada de Israel, no sentido de implementar o projecto para as demais escolas do município, de forma a preparar as crianças para os desafios da globalização.

O administrador avançou que o Cazenga, região de Luanda com mais de dois milhões de habitantes, pretende participar nas “Feiras do município”, realizadas por Israel.

“A intenção é trabalharmos com Israel no treinamento e na captação de conhecimento e tecnologia para o desenvolvimento dos jovens e da municipalidade”, avançou.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *