Fevereiro 25, 2024

O homem, que dizia ser próximo do comandante-geral da Polícia Nacional.

Herculano Francisco, o falso polícia, é acusado de ter enganado 206 cidadãos a quem disse que para além de ter boas relações com o número 1 da PN, era mandatado por altos oficias comissários.

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve o individuo no município de Cacuaco, em Luanda, na semana passada.

Depois de apresentadas várias queixas- crime e das devidas investigações, o cidadão foi detido em flagrante na via pública, no município de Cacuaco, no dia 30 de Junho. Segundo o SIC, Herculano Francisco usava um documento falso, com título de requerimento, com símbolo da Polícia Nacional, onde as vítimas preenchiam os dados pessoais e assinavam.

Conforme este órgão de investigação, foi igualmente apreendida em posse do acusado uma lista onde constam nomes e o registo dos valores que cada cidadão pagou para supostamente ingressar na Polícia Nacional.

Das 206 pessoas  cobrou a cada uma entre 150 e 500 mil kwanzas com a promessa de enquadrá-las na corporação, contas feitas do Angola-Online, terá facturado ilicitamente perto de 100 milhões de kwanzas. 

AO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *