Fevereiro 29, 2024

O governador da província do Zaire, Adriano Mendes de Carvalho, sublinhou, na noite deste domingo, no Soyo, a necessidade de se trabalhar mais no sentido haver maior controlo das fronteiras na região.

O governante falava à ANGOP a propósito da inauguração da Base Naval da Marinha de Guerra Angolana nesta localidade, a acontecer esta segunda-feira, tendo considerado normal a situação do ponto de vista fronteiriço no Zaire, apesar de alguns problemas susceptíveis de superação, os quais não precisou. 

“Temos que reconhecer que ainda há pequenas falhas, mas acho que em breve se vai superar”, disse, adiantando que os órgãos de defesa e segurança estão em altura de resolverem a situação da melhor maneira possível. 

Considera a infra-estrutura militar um ganho para a região norte, de forma geral, e para a província, em particular o município do Soyo, pelo que perspectiva que a sua entrada em funcionamento diminua, em muito, o problema da violação das águas territoriais. 

Segundo Adriano Mendes de Carvalho, com isso poder-se-á contribuir para o fomento do turismo marítimo e outros serviços adicionais. 

Referiu ser igualmente necessário velar pelo controlo das fronteiras terrestres e apontou a formação do capital humano como um dos principais factores a ter em conta. 

Indicou ser objectivo trabalhar em prol do crescimento da província e referiu haver várias preocupações a serem apresentadas durante uma audiência que lhe será concedida pelo Presidente da República. 

João Lourenço é aguardado, esta segunda-feira, na província para uma visita de trabalho de algumas horas, durante a qual vai inaugurar a Base Naval do Soyo. 

A inauguração insere-se nas comemorações do 47º aniversário da Marinha de Guerra Angolana, que se assinala hoje (10 de Julho). 

ANGOP

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *