Fevereiro 28, 2024

1 º de Agosto e Vita Club de Kinshasa medem forças, hoje, às 15h00, no Estádio Nacional Tundavala, província da Huíla, em desafio da primeira “mão” das eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos de futebol.

Longe da forma desportiva desejada, visto que a época futebolística no país começa a 30 do corrente, o vice-campeão angolano tem um jogo de elevado grau de dificuldade diante de um adversário experiente e matreiro.

Apesar de jogar fora do seu habitat, pela primeira vez, a “Champions”, por força das obras de melhorias no Estádio Nacional 11 de Novembro, o 1° de Agosto tenta dar uma boa resposta ao adversário para conseguir um resultado satisfatório.

A equipa de Filipe Nzanza é obrigada a ganhar por uma margem folgada, porque na segunda “mão” jogará num ambiente totalmente adverso. Na condição de visitado, o Vita Club é um adversário difícil de ser superado e tem uma fervorosa massa adepta, que puxa pela equipa do primeiro ao último minuto da contenda. Este será uns dos principais obstáculos para a equipa angolana.

Bonifácio e Catraio, lesionados, e Melono Dala, a cumprir castigo aplicado pela CAF, por acumulação de cartões amarelos, são as baixas de vulto do plantel.

Para que o 1° de Agosto vença o desafio, os adeptos do futebol na província da Huíla, não importa as cores clubistas, têm de apoiar de forma incondicional, os militares no confronto com o campeão congolês. A qualificação da formação angolana para a segunda fase da competição depende, em grande parte, do resultado deste desafio.

Equipa documentada

Os militares têm de fazer um jogo inteligente e tentar explorar ao máximo as debilidades do oponente. A equipa afecta às Forças Armadas Angolanas, não joga às cegas por dispor de informações do campeão congolês.

Para a temporada que se avizinha, o 1° de Agosto reforçou-se com o médio Marveille, ex-jogador do Vita Club, que terá passado maiores detalhes ao treinador Filipe Nzanza, sobre as ideias de jogo do adversário, bem como os pontos fortes e fracos.

Os militares entram para este duelo com seis jogos disputados, três amistosos e igual número no “Torneio da Amizade”, o que poderá reflectir no desempenho da equipa.

Aliás, a fraca prestação das equipas angolanas nas competições sob a égide da Confederação Africana de Futebol (CAF) deve-se ao início tardio do Girabola.

Embora esteja a passar por uma situação financeira difícil, ainda assim, o 1° de Agosto ambiciona a passagem para a fase de grupos, com o intuito de conseguir algum conforto financeiro, após o corte, por parte do Ministério das Finanças, no orçamento de 800 para 200 milhões de kwanzas mensais.

Histórico de jogos

Nos confrontos directos, o Vita Club leva vantagem sobre o 1° de Agosto com saldo de duas vitórias, uma derrota e igual número de empate. O primeiro jogo entre as duas equipas, a contar para a Liga dos Campeões, aconteceu em Luanda, em 1981, e saldou-se numa igualdade (1-1). No desafio de resposta, o Vita Club venceu, em Kinshasa, por 3-2.

Filipe Nzanza está convicto na vitória

Filipe Nzanza, treinador do 1º de Agosto, antevê um jogo difícil frente ao conjunto adversário, mas não esconde a ambição de vencer.

“Tentaremos ser bravos, acreditar em nós, tentar o nosso melhor para ganhar o jogo. Não temos outro objectivo, que não seja a vitória. Sabemos das dificuldades a encontrar no desafio. Estamos prontos para fazer um bom jogo e obter um resultado positivo”, disse.

Filipe Nzanza referiu: “Vamos defrontar um adversário forte e com histórico a nível do futebol africano. Somos o 1º de Agosto e entramos em todas as partidas com a pretensão de vencer. Temos de fazer tudo para ter bons resultados e obter a qualificação”, garantiu.

O técnico apelou à presença massiva dos adeptos do futebol no Estádio Nacional Tundavala.” Venha puxar por nós, porque estamos diante de um jogo de capital importância, para aquilo que são os nossos propósitos na competição. Juntam-se aos nossos adeptos. Não importa a cor clubista. O 1º de Agosto joga em representação do país”.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *