Fevereiro 29, 2024

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) no Uíge, deteve, quinta-feira, a antiga administradora municipal do Songo para o Sector Econômico e Financeiro, por alegado crime de peculato e desvio de mais de 35 milhões de kwanzas.

De acordo com as informações divulgadas no facebook do Ministério do Interior, a ex-gestora pública,  detida por intermédio de um mandado do Juíz de Garantias do Tribunal da Comarca do Comarca, estáa ser acusada de desvio e sobrefaturação de mais de 25 milhões de kwanzas, destinados para a reabilitação e apetrechamento do posto de Saúde, na aldeia de Kimalalo, no município do Songo, província do Uíge.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *