Abril 21, 2024

 

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, procedeu segunda-feira, em Luanda, ao lançamento oficial do kit “Conecta Angola”, uma ferramenta tecnológica importante para o fomento de negócios de pequenos e médios empreendedores do ramo digital.

O acto, que visou assinalar a Semana do Espaço, celebrada todos os anos de 4 a 10 de Outubro, aconteceu nas instalações do Instituto de Telecomunicações, no distrito urbano do Rangel, onde Mário Oliveira, em fase experimental, interagiu, durante cinco minutos por videochamada, com António Cabuanga, administrador comunal de Cansar, no município de Cambulo, província da Lunda-Norte.

A interacção serviu para testar a qualidade da rede naquela circunscrição, que, pela primeira vez, recebe este tipo de serviços. Mário Oliveira aproveitou a conversa para apelar ao uso racional dos equipamentos instalados que, além de aproximar as populações, vão facilitar o ambiente de trabalho a nível local e central.

Para o grupo alvo desta ferramenta digital, o governante avançou que o “Conecta Angola” vai permitir melhorar o ambiente de negócios, mas a sua implementação efectiva, sublinhou, passa, necessariamente, pelo processo de organização do ponto de vista da documentação, tal como se exige na legalização de uma empresa.

Na óptica de Mário Oliveira, a Internet traduz “ciência, educação e conhecimento”, por isso mesmo os angolanos, sem excepção, têm o direito de estar conectados ao mundo, de modo a acompanharem a evolução que se quer nos dias de hoje, sem precisar de sair do país.

Entre outros benefícios, referiu, o investimento vai permitir uma literacia digital elevada, para servir os interesses de todos. Acrescentou que este suporte directo do projecto Angosat-2 está a evoluir, na medida em que possibilita, a cada dia, a expansão da rede de banda larga, através da fibra óptica, pelo país.

A vertente formativa de quadros, para permitir uma digitalização e modernização do país, foi, igualmente, enfatizada por Mário Oliveira, que destacou a implementação efectiva, no próximo ano, destes tipos de serviços nas regiões Leste e Sudeste do país.

“O sector é dinâmico e abrangente para todos, incluindo as populações das zonas mais recônditas do país”, disse o ministro, apelando, por isso, à formação permanente dos cidadãos, para uma visão à altura daquilo que a Internet representa no mundo.


Empreendedorismo

No auditório do Centro de Formação Tecnológica, “Digital.ao”, no distrito urbano do Rangel, mais de 25 grupos de empreendedores tomaram contacto directo com experientes actores desta área, de vários continentes do mundo, que passaram ferramentas sobre a importância de investimentos no sector digital.

O responsável da área de Educação Espacial do Gabinete do Programa de Gestão Espacial, Gilberto Gomes, disse que a exploração espacial traz grandes benefícios do ponto de vista económico, principalmente para os pequenos e médios negócios.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *