Junho 14, 2024

A Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) manifestou, sábado, preocupação com a deterioração da situação de segurança e humanitária prevalecente no Leste da República Democrática do Congo (RDC) e com os relatos de retoma dos ataques e ocupação de parcelas do território pelo M23, numa clara violação do cessar-fogo.

Esta informação consta do comunicado final da Cimeira Extraordinária dos Chefes de Estado e de Governo da SADC, convocada pelo estadista angolano, João Lourenço, na qualidade de Presidente em Exercício da organização, que analisou a situação política e de segurança na RDC.

Segundo documento, a cimeira baixou, igualmente, orientações estratégicas sobre o destacamento da Missão da SADC na RDC (SAMIDRC), destinado a restaurar a paz e a segurança no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *