Abril 21, 2024

Um homem que se fazia passar por agente do Serviço de Investigação Criminal (SIC) foi detido no Morro Bento, em Luanda, por burlar e extorquir dinheiro a vários indivíduos.

Ofalso agente, de 32 anos, está a ser acusado de falsificação de documentos, extorsão, corrupção, roubo e falsa identidade, de acordo com o gabinete de comunicação institucional e imprensa da direcção geral do SIC.

O caso mais recente do criminoso aconteceu quando ele pediu por empréstimo 3,5 milhões de kwanzas a um conhecido, no mês de Julho, e como garantia de que pagaria os valores no dia combinado, deu-lhe um passe falso do SIC, mas tudo não passava de um roubo.

Após o atrasa na devolução do dinheiro, o lesado apercebeu-se que tinha sido burlado e fez uma participação às autoridades, que, com os dados recebido da vítima, comprovaram que o homem não faz parte da corporação e que o documento dele era falso.

O SIC desencadeou uma investigação e conseguiu deter o falso agente no Morro Bento, município de Luanda, confirmando assim que o individuo nunca trabalhou em nenhuma instituição pública.

Apurou-se também, segundo as autoridades, que o burlador actuava como se fosse efectivo do SIC e realizava detenções clandestinas, que culminavam com acções de extorsão e corrupção, fazendo desses esquemas o seu ganha pão.

O acusado consta ainda na lista dos grupos organizados que se fazem passar por agentes do órgão para a concretização de várias acções criminosas. Face a estas acusações, o implicado, que já se encontra detido, será presente ao juiz de garantia.

NJ

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *