Fevereiro 29, 2024

 

Angola e a União Europeia realizam, hoje, na sede do Ministério das Relações Exteriores, em Luanda, a VI Reunião Ministerial do Caminho Conjunto, que visa reforçar o diálogo político e encetar uma cooperação política mais activa.

Com a reunião a ser presidida pelo ministro das Relações Exteriores, Téte António, e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, João Gomes Cravinho, Angola e a União Europeia  pretendem definir um conjunto de princípios, objectivos e modalidades que vão reger as relações.

Tendo em conta o importante papel que o país  desempenha em África e a sua posição nas organizações regionais, multilaterais e na esfera internacional, Angola e a União Europeia estão dispostos a abordar conjuntamente uma série de questões globais de interesse comum, que transcendem as relações actuais, baseadas na ajuda e no desenvolvimento.

O objectivo do diálogo Angola-UE é de elevar as relações entre as partes à outra dimensão, através de um diálogo intensivo orientado pelos princípios fundamentais da democracia e do Estado de Direito, da soberania e do respeito pela integridade territorial, bem como o respeito pelos direitos humanos e a boa governação, a equidade, a responsabilidade conjunta, a interdependência entre África e a Europa num mundo globalizado.

Ao partilharem o objectivo do crescimento inclusivo e sustentável, as partes reconhecem que uma economia social de mercado forte que tenha em conta a sustentabilidade ambiental e que seja implementada em parceria com uma administração pública sólida é essencial para atingir este objectivo.

Angola e a União Europeia estão igualmente dispostas a reforçar a sua cooperação económica e a estimular as ligações entre os seus intervenientes comerciais, industriais e financeiros. As relações entre Angola e a União Europeia baseiam-se no Acordo de Cotonou, nomeadamente nos seus artigos 8.º a 13.º, que definem o quadro bilateral para o diálogo político entre as duas partes e um conjunto de outras convenções e compromissos políticos.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *