Maio 19, 2024

Um cidadão nacional aparentemente com 25 anos de idade foi morto à pancada, na manhã desta sexta-feira, depois de alagadamente matar à facada uma vendedora do mercado informal de Oshamukuio, em Ondjiva, província do Cunene.

Em declarações à ANGOP, o director de Comunicação Institucional do Comando da Polícia Nacional no Cunene, superintendente chefe Nicolau Tuvekalela, disse que o duplo homicídio, ocorrido no interior do maior mercado informal da província, resultou da morte da vendedora de 37 anos de idade por um suposto doente mental.

Explicou que a vítima se encontrava a arrumar o negócio dentro da sua bancada, quando o suposto homicida “sem razão aparente” desferiu golpe de faca na região do peito, atingindo o coração.

Fez saber que a vítima chegou a ser socorrida pelos populares para o hospital de Ekuma e acabou por falecer já no trajecto para a unidade sanitária.

Na sequência disso, explicou, a população enfurecida agrediu brutalmente com pedras e paus o autor do crime que acabou por sucumbir.

Disse ainda que, na mesma desta sexta-feira de madrugada, um outro cidadão nacional de 31 anos de idade foi morto a tiro no interior da sua residência, no bairro do Caculuvale, quando os meliantes em fuga tentaram furtar a sua motorizada.

O facto ocorreu por volta das duas horas da manhã, quando a vítima, apercebendo-se da presença dos meliantes no seu quintal, espreitou pela janela e foi surpreendido com um tiro que atingiu o fígado, disse.

Nicolau Tuvekalela indicou que diligências estão em curso para a captura dos supostos protagonistas desta acção, solicitando a população a colaborar na denúncia dos mesmos.

ANGOP

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *