Abril 25, 2024

 Gestão do Centro Cultural entregue a primo do presidente da República sem concurso público.

Lotty Nolika está a ser acusada de atribuir a gestão do Centro Cultural, sem concurso público, a um primo direito de João Lourenço. 

Trata-se de Carlos Graça, funcionário reformado da Sonangol, que foi repescado, em 2020, para ocupar o cargo de assessor da governadora do Huambo.

 “Temos informações fidedignas que tudo foi acautelado, e preparado ao pormenor, para que o Primo do Presidente da República foi favorecido para gerir o Centro Cultural”, assegurou uma das fontes que prefere não ser identificada.

AO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *