Junho 14, 2024

 

 Uma mulher de 45 anos foi na última terça-feira, 26, detida pelo Serviço de Investigação Criminal, após ser acusada de matar o próprio marido, sargento das Forças Armadas Angolanas, alegadamente por este arranjar uma segunda mulher, e parar de dar sustento aos filhos da mulher acusada de homicida, por sinal, a primeira.

O caso aconteceu na província do Uíge, na vila do município de Maquela do Zombo.  De acordo com o porta-voz do SIC no Uíge, sub-inspector criminal, Zacarias Fernando, o homicídio voluntário ocorreu após um desentendimento entre o casal.

A Lenguluka.net cita que o oficial de investigação criminal disse que a acusada alegou que a vítima, no caso, o marido agora morto, identificado pelo nome de António Domingos Ramos, segundo sargento das Forças Armadas Angolanas (FAA), na reforma, não prestava a devida assistência alimentar aos filhos, por ter outra esposa, o que terá motivado a contenda.

”A acusada convidou os três irmãos, ainda em fuga, que a ajudaram a torturar a vítima, de 50 anos, até à morte e, seguidamente, penduraram o corpo numa árvore, para simular um enforcamento”, frisou.

AO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *