Fevereiro 29, 2024

O velório do nacionalista, compositor, músico e diplomata Rui Mingas realiza-se, hoje, às 17h00, na Basílica da Estrela, em Lisboa, Portugal. A cerimónia fúnebre realizar-se-á em data a anunciar oportunamente, de acordo com informações familiares. De acordo com um comunicado, a missa de corpo presente está agendada para amanhã, às 14h00, no mesmo local.

No país, o óbito vai decorrer até quarta-feira, às 20h00, na sua residência, sita na rua Cabral Moncada, em Luanda, onde hoje, às 18h00, se vão juntar os familiares para o velório. Rui Mingas, que nasceu a 12 de Maio de 1939, em Luanda, morreu na quarta-feira passada, em Portugal, vítima de doença prolongada. O falecido foi um músico de referência, compositor, diplomata e exerceu funções políticas no país e no estrangeiro, tendo sido deputado à Assembleia Nacional, secretário de Estado da Educação Física e Desportos (SEEFD), assim como embaixador de Angola em Portugal e reitor da Universidade Lusíada de Angola.

Rui Mingas musicou os poemas “Monagambé”, “Adeus à hora da largada” e compôs “Birin Birin”, “Makezu” e “Meninos do Huambo”. A sua voz levou ao mundo poemas de Agostinho Neto, Viriato da Cruz, António Jacinto e Mário António. O falecido foi, igualmente, co-autor do Hino Nacional “Angola Avante” com o escritor Manuel Rui Monteiro.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *