Maio 23, 2024

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, esta sexta-feira, que a situação dos pacientes e outros refugiados no hospital Al-Nasser, no sul de Gaza, agrava-se devido a nova operação militar de Israel e à transferência forçada de pacientes.

“Privar os pacientes de cuidados vitais e forçar a transferência de doentes e feridos pode levar à deterioração da sua condição ou mesmo à morte”, alertou o porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic, numa conferência de imprensa em Genebra, citado pela Lusa.

De acordo com a mesma fonte, o responsável lembrou que o hospital localizado na cidade de Khan Yunis, espinha dorsal do sistema de saúde do sul de Gaza, opera acima da capacidade máxima e garantiu que a recente incursão militar no centro hospitalar causou danos significativos em unidades como a ortopédica, reduzindo ainda mais a capacidade de atendimento de urgência.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *