Abril 21, 2024

As reações em torno da recém pré-convocatória da selecção nacional sênior feminina de andebol continuam a dividir opiniões.

A redacção

Segundo a nossa fonte e comentador desta modalidade,  revela que esta situação não é nova,  mas o número das atletas do Primeiro de Agosto e do Petro, está a dar que falar.

Em desabafo com esta situação vem da atleta do Grupo Desportivo da Huíla, Margarida Mateus Pedro, mostra se desiludida com o seleccionador e com os dirigentes da Federação Angolana de Andebol (FAAND).  “Vocês matam sonho de várias atletas. Toda hora só Petro e 1 de Agosto. Eu estou aqui saí como a segunda melhora marcadora do campeonato nacional no ano passado”, tendo igualmente sublinhado que “tem a Elizabeth da Casa Pessoal do Porto do Lobito que saiu a primeira melhora marcadora nem se quer lhe chamaram isso não se faz”.

A atleta entende q que chegará tempo que não existirá nenhum clube e restará apenas dois clubes. “Têm muitas meninas que jogam bem, toda hora é só vocês. Isso é muito triste”, lamentou.

As pérolas, como é denominada a selecção mais titulada de África, preparam-se para o compromisso que terão em Accra, capital do Gana nos jogos africanos, também conhecido com Jogos Olímpicos de África teve como sendo 12 atletas do Clube Desportivo Primeiro de Agosto, 7 do Petro de Luanda e mais atletas que militam fora poderão ser chamadas na lista final.

 

Nenhuma atletas de Benguela,  Lobito,  Huila e Uíge foram chamados para ter aquele  contactos em competições internacionais. A nossa equipa deslocou se na sede da FAAND na Cidadela Desportiva, mas não fomos bem sucedido.

Prometemos trazer mais desenvolvimento sobre o  assunto na próxima edição.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *