Abril 25, 2024

O Serviço de Investigação Criminal deteve, hoje, 23, três supostos assassinos do Cidadão Chinês, num armazém de fardo na Cidade da China.

O SIC tomou conhecimento por volta das 10h00, desta quarta-feira, 21, da existência de um cadáver no interior do centro Comercial da cidade da China, localizado no município de Viana, concretamente na nave 13, bloco 9, no interior do stock de fardos de roupas e calçados diversos. de acordo com uma nota de imprensa do SIC, chagada a redação do Estado News, o Departamento de Investigação Criminal de Viana fez deslocar uma equipa de especialistas de Criminalística, que constatou no local a veracidade dos factos, tratando-se de um cadáver de adulto, de sexo masculino, de raça branca, cidadão estrangeiro, de nacionalidade chinesa, identificado por Gu Ting, casado, de 60 anos de idade, gestor de Stock e cozinheiro de gastronomia chinesa, residente em Angola, na cidade da China, vítima de presumível Homicídio qualificado em razão dos meios por asfixia mecânica. depois da inspecção pericial no local, o cadáver foi removido para a morgue do Hospital Josina Machel, para efeitos de necrópsia judicial, refere a nota do SIC.

De acordo as imagens captadas pelo sistema de vídeo vigilância e que estão a circular nas redes sociais, foi possível observar os trabalhadores de carga, Josemar João António Delengue tcp Bili Dji, Muleza ou Lavi e Skiny, e um ainda não identificado, que aproveitando-se da distracção da vítima terão lhe asfixiado e adminstrado uma injecção, posteriormente dirigiram-se ao quarto da vítima, aonde se achava o cofre, arrombaram-no e subtraíram um montante de USD 70.000 ( Setenta mil dólares) e Akz 3.000.000,00 ( Três milhões de kwanzas) e colocaram-se em fuga. O SIC, realça que diligências estão a ser feitas para localização para apurar a veracidade dos factos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *