Abril 21, 2024

Foi morto nesta quarta-feira 28, o principal opositor do líder da junta militar no poder no Chade, quando o exército invadiu o quartel-general do seu partido, anunciou hoje o Governo.

O porta-voz do Governo e ministro da Comunicação, Abderaman Koulamallah, disse que Yaya Dillo Djerou, presidente do Partido Socialista Sem Fronteiras, que se opunha ao regime do general Mahamat Idriss Déby Itno, que é seu primo, morreu “onde se tinha refugiado, na sede do seu partido”.

O líder da oposição foi acusado de atacar os serviços secretos na noite de terça-feira, após a detenção de um dos seus militantes por “tentativa de assassínio do presidente do Supremo Tribunal”.

Dillo Djerou tinha negado as alegações e denunciou-as como uma mentira e uma encenação destinada a excluir a sua candidatura contra o general no poder nas eleições presidenciais previstas para 06 de Maio.

Segundo a imprensa internacional, para além da morte de Dillo, um dos principais líderes da oposição no Chade, um total de 26 pessoas foram detidas.

  

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *