Abril 25, 2024

 

Efectivos do Serviço de Investigação Criminal (SIC) apreenderam, sexta-feira, no Mercado do Kicolo, município de Cacuaco, província de Luanda, mais de três toneladas de medicamentos, alguns com prazos de validade expirados, tendo sido detidos, na sequência da operação, três cidadãos nacionais, com idades compreendidas entre 47 e 54 anos.

O porta-voz do SIC/Geral, superintendente-chefe Manuel Halaiwa, disse, ontem, ao Jornal de Angola, que os medicamentos foram apreendidos com o apoio de efectivos da Direcção Central de Combate aos Crimes Económicos e Contra a Saúde Pública.

Manuel Halaiwa fez saber que os detidos vão responder pelos crimes de exercício ilegal de profissão, consubstanciado no facto de terem sido encontrados a vender, a céu aberto, em bancadas, vários medicamentos, sem estarem habilitados e sem condições de conservação, com possibilidades de alteração das substâncias medicinais.

Entre os medicamentos apreendidos, explicou, alguns fazem parte dos lotes de distribuição em hospitais públicos, sendo proibida a venda.

Os detidos, garantiu, serão, nos próximos dias, presentes ao Ministério Público e ao Juiz de garantias.

Manuel Halaiwa apelou aos cidadãos a não comprarem fármacos nos mercados e na via pública, devendo dirigir-se às farmácias legalizadas, para maior segurança.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *