Maio 23, 2024

A empresa de telecomunicações Africell estima investir mais de 105 milhões de dólares com a construção de 700 torres em quatro províncias, no âmbito do programa de construção de infra-estruturas próprias, depois de ver fracassada a possibilidade de utilizar as da Unitel.

Quando arrancou, em Maio de 2022, a telefonia de origem norte-americana contava com a possibilidade de utilizar as infraestruturas da Unitel, conforme a promessa que recebeu, na altura, das autoridades. No entanto, logo no princípio, a operadora passou a enfrentar contratempos, apesar da alteração, no princípio de 2022, do regulamento de partilha das infra-estruturas, passando a ser obrigatória.

O preço estipulado pela Unitel pela partilha foi o primeiro constrangimento. A Africell considerava-o “bastante elevado”, enquanto a Unitel defendia que cobrava um “preço justo” tendo em conta que o investimento feito estava avaliado em cerca de 5 mil milhões de dólares. Outro senão, as infra-estruturas da Unitel revelaram-se alegadamente sem capacidade para albergar mais de uma operadora, como reafirma agora fonte da Africell.  “Por isso, seria muito difícil usarmos o equipamento deles mesmo que todas as partes quisessem”, detalha.

AO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *