Maio 24, 2024

A Primeira-Dama da República, Ana Dias Lourenço, pediu, terça-feira, aos adolescentes e jovens mais atenção à saúde sexual, por ser a faixa etária com maior probabilidade de contrair doenças sexualmente transmissíveis.

Ao falar em Ondjiva, Cunene, durante uma palestra sobre “Saúde e auto-cuidado na adolescência e juventude”, Ana Dias Lourenço disse que os jovens devem estar atentos a doenças como o HIV/Sida, hepatite, sífilis e saúde mental.

A palestra, esclareceu, visou, essencialmente, alertar a juventude para a gravidez na adolescência, casamento precoce, consequências do uso de drogas e álcool, bem como incentivar a utilização dos serviços psicossociais e de saúde sexual reprodutiva, de modo a cultivar nos adolescentes e jovens o sentido de responsabilidade e cuidados com a saúde. “Decidi realizar esta palestra aqui em Ondjiva porque pretendo dar resposta às muitas solicitações que os jovens desta província me dirigiram”, afirmou Ana Dias Lourenço, sublinhando que existem acções e projectos identificados, sendo que a actividade de ontem serviu a fim de se encontrar uma plataforma com vista à partilha de temas importantes sobre saúde e bem-estar, para que os jovens tenham atitudes e comportamentos responsáveis.

A Primeira-Dama da República anunciou a criação, no Cunene, de um espaço onde possam ser abordados assuntos que afligem os adolescentes e jovens da província, com vista à busca de soluções que podem ser suporte às políticas a serem desenhadas no país.

Ana Dias Lourenço apelou aos adolescentes e jovens a serem pioneiros nas mudanças de comportamento, cultivando o espírito de interajuda e partilha de ideias. Os jovens, disse, devem disseminar o conhecimento e ter empatia com outros jovens, promovendo encontros desportivos e acções de aconselhamento sobre determinados assuntos.

A Primeira-Dama da República garantiu que o Executivo está cada vez mais empenhado em dar respostas aos problemas da juventude, com destaque para os cuidados de saúde primários e mental, educação sexual e reprodutiva, gravidez precoce, entre outros.

A palestra foi ministrada por especialistas em áreas de Saúde Mental, Ginecologia e Obstetrícia, em que  participaram jovens e adolescentes de vários segmentos da sociedade civil.

Ana Dias Lourenço iniciou, ontem, uma visita de trabalho de dois dias ao Cunene, com o objectivo de se inteirar dos projectos virados ao desenvolvimento da juventude.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *