Maio 19, 2024

O presidente dos EUA, Joe Biden, assinou a instantes o pacote de ajuda militar e o envio começa nas próximas horas. A ajuda militar inclui assistência à Ucrânia, Israel e Taiwan, assegurando que um pacote de material de guerra seguirá para Kiev “nas próximas horas”.

O Senado norte-americano aprovou nesta terça-feira um pacote de 95 bilhões de dólares (R$ 487 bilhões) em ajuda militar aos seus aliados, que inclui os tão esperados 61 bilhões de dólares para a Ucrânia, destinados a ajudar Kiev a se defender da Rússia.

O projecto de lei passou com uma ampla maioria de 79 a 18 votos, após ter sido aprovado pela Câmara dos Representantes na semana passada, depois de longo impasse no Legislativo americano.

O anúncio da Casa Branca marca o fim de um longo impasse político, com os republicanos no Congresso a bloquearem a assistência militar à Ucrânia na sua divergência de posições com os democratas.

“Estivemos à altura do momento, estivemos unidos, e conseguimos, agora precisamos de agir rapidamente”, disse Biden, no evento na Casa Branca para anunciar a assinatura da medida de ajuda externa.

No documento hoje assinado por Biden, está ainda uma disposição que dá à empresa proprietária da rede social TikTok, ByteDance, com sede em Pequim, nove meses para vendê-la ou enfrentar uma proibição nacional nos Estados Unidos.

O presidente poderá conceder uma prorrogação única de 90 dias, elevando o prazo de venda da empresa para um ano, se certificar que há um caminho para o desinvestimento e “progresso significativo” na sua execução.

Com agências internacionais 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *