Maio 18, 2024

A informação foi avançada pela ministra da Saúde, na cidade de Dallas, no Texas, Estados Unidos, tendo acrescentado que o país recebe também uma percentagem de doações internacionais inferior a cinco por cento.

Para Sílvia Lutucuta, essas contribuições são muito baixas, o que obriga o Executivo a trabalhar numa estratégia para encontrar novas fontes de financiamento.

A ministra da Saúde defendeu, por outro lado, a necessidade de Angola continuar a trabalhar para atrair investidores, a fim de diversificar as fontes de financiamento do sector.

Segundo Sílvia Lutucuta, o Ministério da Saúde, junto com o das Finanças estão a trabalhar numa estratégia”, para o país procurar outras fontes de financiamento do sector fora do OGE.

Assegurou que, nos últimos anos, o Governo angolano tem feito fortes investimentos no sector da saúde, com a construção de novas unidades hospitalares, incluindo hospitais de referência.

CK

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *