Maio 19, 2024

O autor de um atentado terrorista em nome do grupo Estado Islâmico (EI) em Nova Iorque, que matou oito pessoas em 2017, foi condenado a dez penas de prisão perpétua e mais 260 anos de prisão.

“A conduta neste caso está entre as piores, senão a pior que já vi”, disse o juiz distrital dos EUA Vernon S. Broderick, ao anunciar uma sentença destinada a ressaltar a gravidade do ataque terrorista levado a cabo de forma “insensível e cobarde” por Sayfullo Saipov.

O uzbeque tinha sido considerado culpado no final de Janeiro pela morte de oito pessoas, mas em Março um júri não alcançou a unanimidade para o condenar à pena de morte, o que levou à imposição automática da prisão perpétua.

O juiz concordou com a sentença recomendada pelo Departamento de Justiça, que tinha originalmente pedido a pena de morte, ainda durante a administração do ex-Presidente Donald Trump (2017-2021).

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *