Maio 19, 2024

O terceiro leilão de viaturas e embarcações apreendidas por ordem judicial no âmbito do Processo de Recuperação de Activos, realizado no domingo, na plataforma electrónica da AGT, resultou num encaixe de 609,546 milhões de kwanzas, elevando o valor arrecadado para pouco mais de 3.088 milhões de kwanzas, ao longo de três sessões.

De acordo com a directora do Serviço Nacional de Recuperação de Activos (SENRA) da Procuradoria-Geral da República (PGR), Eduarda Rodrigues, o valor recebido dos dois primeiros leilões, realizados a 6 e a 13 de Agosto, totalizava, até ontem, 800,012  milhões de kwanzas.

A directora nacional do SENRA anunciou, em declarações prestadas, ontem, ao Jornal de Angola, que um relatório final estará disponível dentro de duas semanas, uma vez que  os pagamentos dos bens adquiridos ainda se encontram em curso.

Eduarda Rodrigues afirmou que, no leilão do último domingo, o encaixe voltou a situar-se abaixo das previsões que apontavam para 1.208,8 milhões, tendo sido arrematados 32 dos 49 automóveis submetidos à licitação.

A procura era constituída por 371 licitadores, com a arrematação a ocorrer ao longo de 762 lances na plataforma electrónica da Administração Geral Tributária (AGT), na qual são realizados os leilões.

A directora revelou a realização de três leilões em Outubro, adicionais a este processo que deu lugar à licitação de 34 veículos, na primeira dessas operações, a 6 de Agosto, com uma procura de 1.980 candidatos e um encaixe de 1.733 milhões de kwanzas.

Na segunda etapa a oferta era de 33 veículos e a procura de  1.198 competidores, com 745,534 milhões negociados a favor do Estado.

Segundo a directora nacional, os valores resultantes dessas vendas vão ficar à guarda do Banco Nacional de Angola, em nome do Estado, até ao fim do processo formalizado pelo artigo 233º, do Código do Processo Penal.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *