Julho 19, 2024

O vice-governador para o sector social e económico da Lunda Norte, Frederico Barroso, afirmou domingo, que a expansão do programa de Transferências Sociais Monetárias “Kwenda “ na província, tem estado a mudar a condição de pobreza e de vulnerabilidade de muitas famílias.

Frederico Barroso fez esta afirmação no acto de entrega de valores monetários às 9.144 famílias vulneráveis do município de. Caungula, sublinhando que “o Kwenda” tem sido um sucesso na província e ajuda o Estado a mitigar o índice de pobreza nas comunidades rurais. 

“Tem sido notório e, isso revelado no testemunho das próprias famílias que  o Kwenda tem estado a mudar a condição de pobreza e de vulnerabilidade de muitos agregados familiares, sobretudo nas comunidades rurais”, frisou . 

Segundo o vice-governador, o programa já está implementado em três dos dez municípios , onde 54.486 famílias já beneficiariam das transferências monetárias, perfazendo um total de 293.900 pessoas. 

Trata-se dos municípios de Cuango (25.718 agregados familiares), Cambulo (23.916) e Caungula (9.144). 

Revelou que na próxima semana começa o processo de cadastramento de famílias em situação de vulnerabilidade no município do Lubalo para a posterior transferência monetária. 

Disse já haver condições para o início do pagamento no município do Lóvua, onde foram cadastradas 3.749 famílias. 

Apelou as famílias nesta condição, dos outros municípios, a manterem-se calmas , pois que o programa vai abranger toda a província . 

Aos beneficiários , encorajou no sentido de continuarem a investir os valores em pequenos negócios e na agricultura familiar.

O programa conta com financiamento de 320 milhões USD do Banco Mundial (BM) e 100 milhões USD pelo Tesouro Nacional (Angola), totalizando 420 milhões USD.

O Programa é operacionalizado pelo Instituto de Desenvolvimento Local (FAS), agência governamental que em coordenação com outros programas de combate à pobreza, contribui para a promoção do desenvolvimento sustentável das comunidades. 

ANGOP

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *