Maio 18, 2024

Pelo menos 95 mil milhões de dólares é o valor a ser empregue nos próximos três anos, num conjunto de actvidades prioritários dentro do Programa Comum Africano de Agro-Parques (CAAPs), de forma a fortalecer o ambiente de negócios propício, revelou, domingo, em Kigali, Ruanda, a comissária da União Africana, Josefa Correia Sacko.

 A diplomata, que falava no Retiro Ministerial sobre a Agenda 2063, disse que o Banco Africano para a Exportação e Importação (AFREXIMBANK) está assumir a liderança na mobilização dos recursos necessários e vai mobilizar 20 mil milhões necessários para iniciar o primeiro conjunto de atividades dos CAAPs.

“A nossa prioridade no momento é realizar estudos de preparação de projetos de  viabilidade e planos diretores, e promoção de investimentos para os dez projetos de demonstração dos CAAPs, começando com o CAAP Zâmbia-Zimbabwe e o CAAP Cacau Cote d’Ivoire-Ghana”, adiantou.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *