Julho 20, 2024

A Lucapa Diamond Company anunciou, esta quarta-feira, a extração de um diamante de 208 quilates, na mina do Lulo, localizada no município de Capenda Camulemba, província da Lunda Norte.

De acordo com um comunicado da Lucapa Diamond, o mineral extraido no bloco 31 foi classificado pelo medidor Yehuda como Tipo IIa.

Este é o 39º diamante com mais de 100 quilates e o segundo a ser recuperado da mina do Lulo, no mês de Outubro, depois do Tipo IIa de 123 quilates, encontrado no bloco 19, indica a nota.

Com uma concessão de 3.000 quilómetros quadrados, a mina do Lulo, que emprega actualmente 630 pessoas, fez um investimento avaliado em 38 milhões de dólares norte-americanos desde 2018.

A mina tem revelado, desde o início da sua exploração em 2010, um elevado potencial de “qualidade e quantidade”, tendo conseguido logo, no primeiro ano, de exploração do valor mais elevado, por quilate, no mundo, na ordem dos 2.985 dólares.

O Lulo é, igualmente, a mina onde foi extraído o maior diamante até agora encontrado em Angola, com 404,2 quilates, vendido em Maio de 2016 por 16 milhões de dólares, e que rendeu, posteriormente, USD 34 milhões de dólares, depois de lapidado e transformado em jóia.

O consórcio é constituído pelas empresas angolanas Endiama E.P (32%) e Rosas & Pétalas (28%), bem como pela australiana Lucapa Diamond (40%).

NJ

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *