Junho 14, 2024

Quatro agentes da Polícia Nacional vão ser alvo de um processo disciplinar por espancarem um automobilista que agrediu um dos polícias, depois de este o ter interpelado para responder sobre o acidente que houve entre o carro dele e o de um outro cidadão, no Zamba 2 em Luanda.

 Estas informações foram avançadas ao Novo Jornal nesta segunda-feira pelo director do gabinete de comunicação institucional e imprensa do Comando Provincial de Luanda, superintendente Nestor Goubel.

Tudo começou na avenida Mortala Mohamed, na Ilha de Luanda, quando o homem (detido) de 55 anos, terá provocado um acidente de viação por colisão entre dois veículos ligeiros.

O automobilista conduzia sob efeito de álcool e em alta velocidade, e não conseguiu controlar a sua viatura num espaço livre e visível, tendo acabado por embater na parte de trás de um carro que estava estacionado nas imediações.

Depois do acidente, o individuo colocou-se em fuga, e foi nesse momento que o efectivo que estava a trabalhar naquela área o tentou interpelar, mas não teve sucesso, porque o condutor desobedeceu à ordem de paragem e continuou o seu percurso.

O efectivo da polícia solicitou o reforço de mais três colegas e os quatro começaram uma perseguição da Ilha de Luanda até à rua dos Heróis, no Zamba 2, onde conseguiram deter o condutor.

Mas, antes disso, condutor e polícias tiveram uma luta na via pública, conforme confirmam os vídeos que circulam nas redes sociais desde o último fim-de-semana, explica a PN.

Quanto ao comportamento dos agentes, a PN reprova e assegura que diligências já prosseguem para se apurar a veracidade dos factos, e, o cidadão detido está ser acusado de desobediência às autoridades e condução perigosa de meio de transporte.

NJ

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *