Maio 19, 2024

A Teleservice, empresa que garante o asseguramento do sector petrolífero no município do Soyo, província do Zaire, entregou, terça-feira, em Mbanza Kongo, 20 armas de guerra, de tipo AKM, no âmbito do Despacho nº 008, de 18 de Outubro de 2023, do comandante-geral da Polícia Nacional, que recomenda a sua substituição pelas de menos calibre.

A referida empresa de segurança adquiriu, numa primeira fase, 20 armas orgânicas de marca Mirage, cujo processo foi elogiado pelo comandante provincial da Polícia Nacional.

A província do Zaire tem 83 empresas de segurança e a Teleservice, com sede no município do Soyo, foi a primeira a fazer a entrega de armas de guerra, que utiliza no asseguramento de vários objectivos económicos.

Na ocasião, o comandante provincial da Polícia, comissário Firmino Uyamba, lembrou que as empresas privadas de segurança e do sistema de auto-protecção haviam recebido instruções e o cronograma das acções sobre o processo de entrega e substituição das armas de fogo.

“O Comando Provincial da Polícia dá os parabéns à empresa Teleservice, por ser a primeira a cumprir as recomendações baixadas, pelo que exorto as demais que exercem esta actividade no território da província do Zaire para seguirem o exemplo”, sublinhou.

O comandante provincial aproveitou a ocasião para advertir as demais empresas privadas de segurança e do sistema de auto-protecção que ainda não adquiriram armas recomendadas para o exercício das suas actividades no sentido de fazê-lo o mais rápido possível, para a respectiva troca.

Por seu turno, o representante da Teleservice, Augusto Paulo, disse que, com o processo de troca de armas de guerra em curso na empresa, acontece, também, o treinamento do pessoal, para o melhor manejo do novo material colocado à sua disposição.

“A Teleservice tem pessoas formadas para dar treino aos seguranças e este processo já começou. A formação consiste no manuseamento do novo material ou armas que adquirimos, porque as que foram entregues à Polícia Nacional são de guerra, de acordo com o Decreto Presidencial e orientação do comandante-geral da Polícia Nacional”, acrescentou.

De salientar que a Polícia controla 83 empresas privadas de segurança, nos seis municípios da província do Zaire, das quais 71 utilizam armas de fogo do tipo AKM.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *