Abril 25, 2024

De acordo com a fonte dentro do Ministério da Juventude e Desportos, revela que a exoneração de Palmira Barbosa deveu do dinheiro que terá retirado para o apoio da preparação dos Palancas Negras.

Por: R. Ngunza

Com ainda muitos capítulos por esclarecer, a exoneração da antiga ministra da Juventude e Desportos, Palmira Barbosa, está associada numa verba que destinava apoiar os Palancas Negras durante o recém terminado CAN que teve como palco a Costa do Marfim e ganha por este. Segundo a nossa fonte conhecedora na matéria, revela que para agradar o Presidente da República, João Lourenço, a antiga ministra retirou avultadas somas de Kwanzas, levou para Costa do Marfim e distribuiu ao Gelson Dala, Fredy, Mabululu e os demais jogadores. A fonte conta que durante a distribuição, outos jogadores não receberam, o que criou uma insatisfação no balneário. E face ocorrido e para que a culpa não morresse solteira, o actual presidente da Federação Angolana de Futebol, Artur Almeida e Silva, veio a público alegando que não ter recebido os apoios financeiros e o dinheiro utilizado para suporte da competição saiu de algumas ajudas externas.

Declarações estas que não caíram bem ao Presidente da República, exonerando desta forma a então ministra. E por forma de limpar a sua imagem, Palmira Barbosa já nas vestes de ministra cessante, enviou para a Galeria dos Desportos, Cátia Teixeira, secretaria geral do ministério que em conferência de imprensa, justificaou ter havido sempre apoio financeiro a selecção nacional de futebol e mostram-se perplexos com os pronunciamentos do número um da federação. Declaração lida aos jornalistas , a equipa do ministério liderado por Nicolau Daniel, director nacional dos desportos, conta que o ministério continuará apoiar a selecção nacional para o próximo CAN e o apuramento ao Mundial da modalidade. ” O ministério deu a FAF mais de sete mil milhões de Kwanzas”, lė-se no comunicado enviado a mesa da nossa redacção.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *