Junho 13, 2024

 

O Ministério da Indústria e Comércio vai implementar a Janela Única do Comércio Externo, com vista a permitir que a actividade dos empresários e da população, em geral, seja feita com recurso às novas plataformas digitais disponíveis, revelou o titular da pasta, Rui Miguêns.

O ministro fez este pronunciamento na sexta-feira, após a realização do Seminário Executivo de Governo Digital, onde o Chefe de Estado da Estónia, Alar Karis, partilhou com Angola a experiência do país europeu em matéria de digitalização administrativa.

De acordo com o ministro, a Janela vai resultar do trabalho que está a ser feito em primeiro lugar do ponto de vista normativo, e em segundo das capacidades que têm de ser constituídas em termos informáticos ou digitais. “Estamos a trabalhar nos dois segmentos e esperamos poder ter esse processo concluído a breve trecho”, assegurou.

Da parte do Executivo angolano, sublinhou, existem vários programas vinculados à facilitação da actividade comercial e industrial, onde, recentemente, o departamento que dirige apresentou o novo modelo de licenciamento da actividade industrial e comercial.

Sobre o Simplifica, Rui Miguêns referiu que é abrangente a toda a Administração Pública, reforçando deste modo que a plataforma impactou na actividade do Ministério da Indústria e Comércio. “Há claramente ganhos e os empresários serão os primeiros a dizê-lo. Quanto aos Alvarás, como sabem, o novo já está a ser produzido de forma digital”, adiantou o governante.

O ministro da Indústria e Comércio aproveitou ainda a ocasião para agradecer a visita a Angola de dois dias do Presidente estoniano,  pois, acrescentou, reforça a cooperação entre os dois países, uma vez que a Estónia é mundialmente reconhecida como útil na vanguarda da digitalização da actividade dos governos.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *