Abril 25, 2024

A Hellenic Broadcasting Corporation reportou, esta quarta-feira, que o novo balanço de mortos na colisão de dois comboios, na Grécia, passou de 36 para 40.

Já é considerado o pior acidente ferroviário na história da Grécia.

Um choque frontal entre um comboio de passeiros e outro de mercadorias provocou pelo menos 40 mortos, mais de 100 feridos e dezenas de desaparecidos.

O acidente aconteceu nas primeiras horas desta terça-feira, perto da cidade de Tempe, no centro do país.

Durante a tarde, o primeiro-ministro grego esteve no local do acidente“Descobriremos as causas desta tragédia e faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para evitar que algo como isto volte a acontecer”,disse Kyriakos Mitsotakis aos jornalistas.

ministro dos Transportes, Costas Karamanlis, apresentou a demissão e assumiu a responsabilidade política. O chefe da Estação de Larissa, responsável pela sinalização, foi detido por suspeitas de negligência.

Centro Nacional de Doação de Sangue apelou a todos os cidadãos para que ajudassem através da doação voluntária.

Os trabalhos para encontrar as pessoas desaparecidas estão a decorrer com grande dificuldade. Os médicos fazem muitas identificações através do ADN das vítimas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *