Abril 21, 2024

Saurimo – O presidente do Desportivo da Lunda Sul, Miguel Ipwupwu, apontou ontem (quarta-feira), em Saurimo, a má actuação dos árbitros como causa da derrota frente ao Petro de Luanda, por 1-2, em jogo de acerto à 18ª jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola2022/23).

Ao atribuir algumas culpas na actuação dos juízes, para o dirigente estes excederem os seus limites, atitudes que “arruinou” complementada o jogo da sua equipa, culminando com a derrota.

“O que aconteceu aqui neste campo é uma pouca-vergonha, então que fique apenas o Petro sozinho a fazer o Girabola, visto que o lance do segundo golo foi fora de jogo muito nítido, mas os juízes fizeram vista grossa”, lamentou.

Acrescentou que no Girabola não pode haver equipas “padrastas e outras enteadas”, é uma pouca-vergonha ao futebol nacional.

Sublinhou que o conselho de árbitros deve reflectir bem quanto ao que aconteceu neste estádio (Mangueiras), para o bem do futebol angolano.

Por sua vez, o treinador do Petro de Luanda, Alexandre Santos, destacou o empenho dos seus jogadores, afirmando ser mais importante a conquista dos três pontos.

Reconheceu que foi um desafio em que houve a entrega na luta pelo triunfo, visto que a equipa “Lunda” jogou muito bem, mas nós tivemos a sorte de marcar dois golos e conquistar a vitória.

Na próxima jornada, o Desportivo da Lunda Sul desloca-se à província vizinha da Lunda Norte, para defrontar o Sagrada Esperança.

O Desportivo da Lunda Sul ocupa a 12ª posição com 17 pontos, enquanto o Petro de Luanda lidera a prova com 41. 

Angop

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *