Abril 25, 2024

O Presidente da República, João Lourenço, reiterou, este sábado, o compromisso “inabalável” do Executivo para com a prevenção e repressão da corrupção, criando as condições institucionais, humanas e materiais para que os diferentes órgãos do Estado cumpram as suas responsabilidades constitucionais e legais.

Numa mensagem a propósito do Dia Internacional de Combate à Corrupção, que se assinala hoje, o Chefe de Estado exortou a sociedade angolana para o contínuo e firme engajamento para a moralização da sociedade e a consolidação de uma nova mentalidade no que se refere ao respeito e à protecção dos bens e recursos públicos.

“Já demos passos importantes, mas ainda temos um longo caminho pela frente. Só juntos e unidos seremos capazes de vencer a corrupção”, sublinhou João Lourenço.

Na missiva, o Presidente João Lourenço lembrou, igualmente, que o “nosso país conhece, por experiência própria, os males causados pela corrupção e reconhece a necessidade de se combater permanentemente este mal, criando condições para a sua prevenção, para a eliminação da sensação de impunidade e para a repressão exemplar”.

A institucionalização desta data resulta do reconhecimento da existência da corrupção como um mal universal, que desestrutura as sociedades, subverte os valores morais, anula as regras da concorrência, mina a confiança nas instituições, atrasa o desenvolvimento económico e agudiza os problemas sociais das populações.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *