Julho 19, 2024

O líder da Organização Mundial da Saúde (OMS) insistiu, quarta-feira, que a população na Faixa de Gaza está a correr “grande perigo”, sublinhando que a fome e o desespero estão a piorar no enclave palestiniano devastado pela guerra.

Tedros Adhanom Ghebreyesus apelou à comunidade internacional para que tome “medidas urgentes para aliviar o grave perigo que o povo de Gaza enfrenta e compromete a capacidade dos humanitários de ajudar uma população que sofre ferimentos terríveis, fome aguda e sério risco de doença”.

Num comunicado, citado pela Lusa, a organização da ONU sublinhou que a sua equipa no terreno relatou, na terça-feira, uma necessidade de alimentos que “continua a ser aguda” em toda a Faixa de Gaza, alvo de ofensivas pelas forças israelitas desde o ataque sem precedentes do Hamas a Israel, em 07 de Outubro.

“Pessoas famintas bloquearam a nossa caravana na esperança de encontrar comida”, sublinhou a OMS.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *