Fevereiro 25, 2024

Três homens acusados de assassinarem um segurança de um posto de combustível, onde roubaram 11 milhões de kwanzas, foram detidos, na quarta-feira, pela Polícia Nacional na Huíla.

De acordo com o inspector Benedito Walter, o crime aconteceu no dia 2 de Janeiro com recurso a uma arma de fogo no posto de combustível do bairro Valódia, no município de Caluquembe, cerca de 230 quilómetros a norte da cidade do Lubango.

“Tratam-se de três cidadãos nacionais, de 29, 32 e 40 anos, que ameaçaram os funcionários e mataram um segurança e subtraíram 11.719.595.00, antes de se colocarem em fuga”, sublinhou o responsável. 

“Dada a situação, a Polícia, no referido município, através da área de Investigação de Ilícitos Penais, coadjuvada com outras forças, abriu um processo investigativo, fruto deste processo, onde foi possível localizar os infractores, no dia 10 do ano em curso”, acrescentou.

Benedito Walter salientou, ainda, que os acusados, que já estão a contas com a justiça, têm antecedentes criminais, em 2022 e 2023, por crimes de assalto com recurso à mão armada.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *