Junho 14, 2024

A República Democrática do Congo enfrenta uma das piores epidemias de cólera dos últimos anos no país, com mais de 71 mil casos, incluindo pelo menos 766 mortes, informou o Centro Africano de Controlo e Prevenção de Doenças (África CDC).

Na sequência da reunião, em que participou o África CDC, os dirigentes apelaram a uma maior coordenação regional para fazer face a uma crise, que o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) alertou, em meados de Janeiro, estar a afetar pelo menos 13 países da África Oriental e Austral, onde foram registados mais de 200.000 casos e mais de 3.000 mortes.

Na RDC, a zona mais atingida pelo actual surto de cólera é o Leste do país, onde a doença é endémica.

A Zâmbia e o Zimbábue, com mais de 600 mortes desde Outubro e mais de 400 desde Setembro, respectivamente, foram também gravemente atingidos pela doença diarreica aguda causada pela ingestão de alimentos ou de água contaminados pela bactéria ‘vibrio cholerae’.

CK

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *