Maio 23, 2024

O Chefe de Estado, João Lourenço, recebeu, quinta-feira, em Praga, a comunidade angolana residente na República Checa e manifestou grande satisfação pela qualidade dos membros.

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, disse que uma boa parte dos angolanos é constituída por profissionais de mérito muito bem inseridos na sociedade checa e podem servir de inspiração para outras pessoas.

Durante o encontro, o Presidente da República passou em revista a situação vigente no país e recebeu da comunidade as principais inquietações, bem como o contributo que podem emprestar ao desenvolvimento da Pátria.

Eva Kwanza, médica pediatra com elevado número de clientes em Praga, disse ter ficado particularmente emocionada pelo facto de ter tido o primeiro contacto com um Presidente da República interessado em saber da situação dos angolanos residentes naquele país da Europa Central, algo que nunca aconteceu desde que está na República Checa, há mais de 40 anos.

O presidente da Câmara Industrial e Agrária Checo-Angolana, Orlando Dovala, considerou o encontro muito importante, inovador e encorajador. “Foi um encontro muito importante, porque recebemos uma atenção especial do Presidente da República, que apresentou as suas ideias e ouviu com muita paciência o contributo que nós podemos dar para que a nossa Angola cresça”.

Orlando Dovala disse que a comunidade na República Checa é muito rica. Além de empresários, tem médicos e outros profissionais interessados em contribuir mesmo estando distantes.

Faustino Inocêncio, estudante, referiu que a principal expectativa é ver instalada uma Embaixada de Angola em Praga, para os procedimentos administrativos de aquisição da documentação de que se necessita de forma mais célere.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *