Abril 25, 2024

Com 69 votos a favor, 95 contra e zero abstenções, os deputados a Assembleia Nacional reprovaram, o requerimento sobre a greve das Centrais Sindicais, apresentado pelo Grupo Parlamentar da UNITA, hoje, na 4.ª Reunião Plenária Ordinária da II Legislativa da V legislatura.

A intenção da UNITA era que o documento fosse discutido esta quinta-feira, pelo plenário, antes da ordem do dia da 4.ª Reunião Plenária Ordinária da II Legislativa.

Segundo o requerimento apresentado, o grupo parlamentar da UNITA considera que o prolongamento da greve trará consequências nefastas para os cidadãos, para economia e para o desenvolvimento do país.

 O objectivo do debate era identificar as causas principais da greve e suas consequências politicas, económicas e sociais, incentivar a concentração social entre o executivo e as centrais sindicais e a tomada de decisões capazes de assegurar e conciliar a eficiência económica , equidade e a alta motivação dos trabalhadores.

Os deputados da UNITA defendem no requerimento que, a discussão no Plenário da Assembleia Nacional serviria para apelar ao Executivo a um maior diálogo num mais curto prazo de tempo, e prevenir os conflitos laborais, o envolvimento e participação dos parceiros sociais na elaboração das políticas públicas.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *