Abril 21, 2024

O Governo de Angola começará a economizar 19 milhões de litros de combustível por ano com a inauguração, nesta terça-feira, do “Parque Fotovoltaico de Saurimo, Lunda-Sul”, pelo Ministério da Energia e Águas (MINEA).

Segundo uma nota de imprensa, a utilização de energia eléctrica limpa também resultará na redução da emissão de mais de 68 mil toneladas de CO2 por ano.

Com uma capacidade instalada de 26.13 megawatts (MW), o parque gerará electricidade verde para atender 171.565 habitantes da província da Lunda-Sul.

Essa medida está alinhada com os objectivos do Governo Angolano, estabelecidos no plano “Energia Angola 2025”, cujo propósito é diversificar a matriz energética do país e proporcionar eletricidade para cerca de 60% da população rural.

Com um investimento de 38,8 milhões de euros, o projecto envolve a instalação de 44.850 painéis solares e resultará na produção de mais de 49.000 MWh/ano.

O documento adianta que para escoar esta energia será construída uma linha de média tensão de 15 kV que interligará o parque solar ao posto de seccionamento que estará preparado para as futuras ligações dos postos de seccionamento de Tchicumina, Nhama e a interligação da linha da Hidrochicapa.

O Parque Fotovoltaico de Saurimo faz parte de um conjunto de sete, com uma capacidade total de 370 MWp, nas províncias de Benguela, Huambo, Bié, Lunda-Norte (em Lucapa) e Moxico (em Luena), que deverão estar operacionais até ao fim do corrente ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *