Julho 21, 2024

Analistas dizem que uma base dos EUA já estará a ser instalada no norte de Angola. Luanda não se pronuncia sobre isso. A concretizar-se, seria uma violação da Constituição e teria consequências para o país e a região.Na nova era das relações entre Angola e os EUA, a cooperação militar tem merecido especial atenção. Motiva a posição norte-americana a proteção dos seus interesses económicos no Corredor do Lobito e especialmente na República Democrática do Congo (RDC).O académico angolano Paulo Inglês diz que “há uma cooperação militar entre os EUA e Angola que tem sido reforçada ultimamente. Um dos assuntos é a instalação de uma base militar no norte de Angola, na zona do Soyo, numa zona petrolífera, na costa”.A instalação da base militar seria motivada por interesses geoestratégicos de Washington, na leitura de Inglês: “Esta base faz parte de um plano de expansão das bases norte-americanas em África. Há [nesse plano] uma parte chamada ‘Atlântico Sul’, e Angola entra nesta rede de bases.””Escolheu-se o Soyo porque está perto de Cabinda e Congo, que fica numa parte triangular. Esta base já está a ser construída, é perto do mar, uma zona estratégica”, acrescenta o académico.Este é um assunto que nunca foi tornado oficial pela “Cidade Alta”. No ano passado, o Governo rejeitou a criação de bases norte-americanas em Angola. O académico da Universidade alemã de Bayreuth reconhece que o tema é tratado com certa discrição e parcimónia.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *