Julho 21, 2024

A TV Zimbo, primeira estação televisiva privada do país, necessita de 7 a 8 milhões de euros para fazer uma intervenção na sua planta técnica e evitar uma possível interrupção na emissão.

O “grito de socorro” foi lançado, ontem, em Luanda, pelo coordenador da Comissão de Gestão da estação televisiva, o jornalista Paulo Julião, no final da visita de constatação que o Presidente da República, João Lourenço, efectuou à sede daquela instituição, para se inteirar do seu grau de funcionamento. “Precisamos de rejuvenescer completamente a planta técnica, se quisermos continuar a emitir”, alertou o responsável, informando que a última intervenção técnica, naquela televisão, foi feita em 2015, há nove anos. “Como se sabe, a componente técnica da televisão cresce e muda todos os dias e, em função disso, já estamos a sentir alguma debilidade naquilo que é a nossa planta técnica”, continuou Paulo Julião, informando que o valor necessário para a empreitada é inferior ao necessitado para as necessidades diárias da instituição. “Os nossos custos são muito elevados”, aclarou Paulo Julião, quadro da Rádio Nacional de Angola emprestado àquela televisão, fez saber, ainda, que o Presidente da República saiu da estação televisiva “impressionado” com o que viu e com uma visão diferente do que é a TV Zimbo, assim como esteve “muito interessado e curioso” em saber como é que eles trabalham. “Mostramos as nossas valências, as debilidades e como a estação está, neste momento, do ponto de vista técnico”, frisou. O Presidente da República percorreu, entre outras áreas, as redacções de informação, desportiva e dos conteúdos de entretenimento.Funcionários aplaudem visita do PresidenteEsta é a primeira visita de um Presidente da República àquela Televisão, desde a sua entrada em funcionamento, em 2008, motivou que deixou maravilhados os trabalhadores. “Honra-nos muito a visita do Presidente da República”, declarou o coordenador da comissão de gestão.Para o apresentador do programa “Fala Angola”, Guilherme da Paixão, a ida do Presidente da República à TV Zimbo funcionou como um alento para os trabalhadores face aos desafios com os quais se batem hoje.O mesmo sentimento foi exteriorizado pelo repórter principal deste programa, Virgílio Fula, para quem esta visita vai elevar o moral dos funcionários.O jornalista Nuno Agnelo considerou a visita histórica e carregada de um forte simbolismo e demonstrou a preocupação do Chefe de Estado em relação ao serviço público de informar e formar.”O que me agradou foi o facto de o Presidente da República mostrar-se preocupado com as grandes necessidades desta estão”, salientou.O momento, para o jornalista Pedro Paxe, vai ficar gravado na memória de todos os profissionais daquela casa. Quem também se mostrou maravilhada com a visita de constatação do Presidente João Lourenço à TV Zimbo foi a apresentadora Stela de Carvalho, a mais nova contratação daquela estação. Conhecida também como a “Blindada”, disse que este momento vai marcar a sua carreira, por coincidir com o ano em que passou a fazer parte da televisão.A apresentadora Leda Macuéria ressaltou que esta visita representa muito para os trabalhadores, na medida em que se apresenta como solução para os problemas que a televisão enfrenta.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *