Fevereiro 25, 2024

A primeira feira Agrícola da Família, que começou domingo em Luanda, apresenta uma exposição com mais de 50 tipos de produtos rurais provenientes de seis províncias do país.

Até sexta-feira, dentre os 150 expositores presentes, 38 são agricultores e cooperativas agrícolas das províncias do Bengo, Luanda, Lunda-Sul, Bié e Malanje que trouxeram à exposição batatas, bananas, abacaxis, tomates, repolhos, cebolas, feijão verde, limões, cenouras, pepinos, beringelas, pimentões e mandiocas, além de ananás e mandioca.

Quanto à presença internacional, destacam-se a República da Índia e a China. Esta última apresentou uma exposição de automóveis e telecomunicações.

Processamento de pescado

A área de pescado está representada pelo empresário António Agostinho da Rocha, mais conhecido por “Rei do Peixe Seco”, que trouxe para a feira cinco toneladas de variedades de pescado, com oferta de preço mais alto 35 mil kwanzas e o mais baixo mil kwanzas.

De acordo com o empresário, o peixe mais popular é o Piazete, seguido pelo peixe Ndango, Pungo e Sofia.

O Rei do Peixe Seco afirma que durante essa época festiva tem vendido muito, já que inúmeros clientes estão a trocar o bacalhau pelo peixe seco.

“O peixe seco pode substituir o bacalhau, que está actualmente muito caro no mercado, especialmente o famoso peixe macaiabo, da mesma família do bacalhau, que tem tido muita demanda nos últimos anos”, destacou António Agostinho da Rocha.

O evento também conta com expositores de outros sectores de actividades, como comércio geral e serviços, com 52 expositores, e área Social, com 38, além dos sectores da Saúde, Habitação, meio ambiente, Indústria, Comércio e startups, entre outros.

JA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *